Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Uma estrutura liderada por um passarinho

 

16.12.2014

OCTÁVIO MACHADO: «BRUNO DE CARVALHO REVELOU TOTAL DESCONHECIMENTO DO FUTEBOL PORTUGUÊS» 

Record

 

30.04.2015

OCTÁVIO MACHADO: «OU É INTECTUALMENTE POUCO SÉRIO OU MARCO SILVA NÃO CONTINUARÁ»

Record

 

 

Pobre Azevedo... Tiveste que ir buscar alguém que já te dizia das "boas", e mal ele sai do Sporting diz-te outras ainda melhores!

 

Mas para psiquiatra já tens o Daniel Sampaio. Esse e outros da estirpe dele um dia mais tarde é que terão que se explicar. Porque tu no fundo não tens culpa. Afinal, és só um passarinho. lol

Várias dúvidas e perspectivas até ao fecho do mercado

Reforços

 

De todos os que foram contratados até ao momento, penso que só o Doumbia terá capacidade de se impor de forma indiscutível.

 

O resto são para mim incógnitas. 

 

Piccini não acredito que vá fazer muita diferença relativamente a Schelotto. Até poderá ser melhor, mas...

 

Mathieu tenho a certeza que não será melhor que Rúben Semedo.

 

Fábio Coentrão em termos de qualidade técnica vem preencher uma lacuna, mas pela sua eventual condição física também não deixa de ser uma incógnita...

 

O resto nem comento porque acho que nem o Jesus sabe ainda o que pensar deles!

 

Plantel

 

Olhando para o quarteto-defensivo, verificamos que apenas Coates era titular na época passada. Já Paulo Oliveira que era provavelmente o único suplente à altura dos titulares, foi vendido! E se na época passada o Sporting sofreu 36 golos no campeonato (o dobro dos golos do SLB!), há motivos para grandes esperanças quanto à estabilidade defensiva?

 

Quanto a William e a Adrien Silva, em condições normais serão vendidos esta época. Aliás, o Sporting poderia tê-los vendido há muito mais tempo, e actualmente já não estão tão valorizados. Há anos que lhes andam a prometer a saída mais que normal e justa, diga-se. William que conta com 25 anos tem a noção que poderia ter evoluído muito mais como jogador se tivesse ido para Inglaterra com 22 ou 23 anos. Adrien Silva vai a caminho dos 30 anos e sabe que esta será a última oportunidade. Mesmo que apenas saia um jogador, o outro que permanecer (ou mesmo que fiquem os dois) não será um jogador "triste" e psicologicamente desmotivado? Aqui a administração do Sporting deveria ter tido a arte e o engenho de gerir esta questão para que hoje não estivéssemos com o núcleo duro do meio-campo da época passada pronta para deixar um "buraco" no meio-campo. Porque os futuros titulares para além de não terem rotinas, estão muito longe da qualidade dos dois internacionais portugueses...

 

Quanto à linha avançada, penso que o Gelson ficará; e o Doumbia, como já referi, penso que vai claramente acrescentar qualidade. Agora, pela análise feita ao meio-campo, vamos ver se aos avançados lhes serão regularmente dadas boas bolas para rematarem à baliza...

 

Estrutura

 

Quando sai alguém da experiência do Octávio Machado e entra André Geraldes, fica tudo dito.

 

Perspectivas

 

O Sporting até pode fazer um campeonato melhor, mas para quem ficou a 12 pontos do campeão nacional, tenho sérias dúvidas se de um ano para o outro conseguiremos ser melhores que o Benfica e até melhores que o FC Porto que acabou em 2º lugar...

 

Assim, é certo que o plantel de Jorge Jesus vai novamente encarar os jogos europeus como um "frete", com os resultados já conhecidos, tanto no campo como no ranking europeu, não contribuindo também para o ranking português que nos possibilita ou não, de colocar um determinado número de equipas portuguesas na Liga dos Campeões.

 

Dir-me-ão que deveria dar o benefício da dúvida ao invés de escrever um artigo algo pessimista... A questão é que há muito que deixei de estar iludido. Só me deixei iludir até ao momento em que em Dezembro de 2014 se fez o que se fez ao então técnico do Sporting! Já nem tenho idade para acreditar no Pai Natal (ainda por cima vermelho)...

 

Mas se o futuro demonstrar que não havia razões para este "pessimismo", cá estarei para o admitir.

 

Até lá...

 

#apertacomelesbruno

 

 

A ofensa do dia - Cardinal de regresso ao Sporting!!!

Cardinal já não faz parte da equipa de futsal do Sporting. O emblema leonino comunicou, através do site oficial, que avançou para a rescisão unilateral do contrato com o jogador «devido aos seus comportamentos recentes e reiterados, que colocam em causa o bom-nome, imagem e reputação do clube».

A decisão surge um dia depois de Cardinal ter faltado aos treinos para viajar até Dublin, de forma a apoiar o F.C. Porto, clube do qual é adepto assumido, na final da Liga Europa. «O Sporting Clube de Portugal não aceita que sejam desrespeitados os seus valores centenários, e saberá pugnar pela defesa dos mesmos. Sem prejuízo, serão accionados os mecanismos legais adequados para obter o ressarcimento dos danos que sofreu», justificou o clube ao qual o jogador estava vinculado.

19-05-2011

http://www.maisfutebol.iol.pt/futsal-sporting-rescinde-com-cardinal

 

19961268_10154552259936555_1135995162939211071_n.j

 

Internamente isto abre um precedente gravíssimo! Basta recordar o "porquê" do seu despedimento!

 

«O Sporting Clube de Portugal não aceita que sejam desrespeitados os seus valores centenários, e saberá pugnar pela defesa dos mesmos. Sem prejuízo, serão accionados os mecanismos legais adequados para obter o ressarcimento dos danos que sofreu»

 

 

Bem sei que para o senhor Azevedo o Sporting para si ou não existia ou era um clube diferente, mas na prática foi o Sporting Clube de Portugal quem em 2011 despediu Cardinal e agora o acolhe de braços abertos! 

 

Mas o que é isto?! Significa que hoje já não se respeitam os valores centenários do Sporting - como refere o dito comunicado de 2011?

 

Azevedo, és tão Judas como esse sacana a quem estás a apertar a mão!

Uma frase enigmática - "É muito fácil roubar dinheiro a um clube"

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, diz que há "fraude e corrupção" no mercado de transferências de jogadores em Portugal, uma prática que só pode ser combatida através de intervenção e regulação externa.

 

"Há quatro anos que ando a dizer que o Governo tem que pôr a mão nisto", afirma Bruno de Carvalho, numa entrevista à Bloomberg.

 

No artigo que merece destaque no "top" de notícias no terminal da agência noticiosa norte-americana especialista em mercados financeiros, a Bloomberg diz que à primeira vista o futebol português parece nunca ter estado tão saudável como agora, já que a selecção portuguesa é campeão da Europa, Cristiano Ronaldo ganhou o prémio de melhor jogador do mundo e os clubes portugueses estão a conseguir encaixar milhões com a venda de talentos  formados no país.

 

Bruno de Carvalho considera que a "fraude e corrupção" está a ameaçar esta visão de sucesso, apontando o dedo ao Governo, que "tem que dizer basta".

 

O mercado mundial de transferências de jogadores, avaliado em 5 mil milhões de dólares, é dominado pela fraude, sendo que os comportamentos pouco éticos e ilegais são comuns em Portugal, acusa Bruno de Carvalho.

 

"É muito fácil roubar dinheiro a um clube", acusa Bruno de Carvalho, descrevendo depois, segundo a agência, o processo de pagamentos ilícitos que têm sido feitos. "Nem é necessário abrir uma conta bancária, é muito fácil", acrescentou.

 

O artigo da Bloomberg cita os temas quentes mais recentes do futebol português, como o caso dos e-mails do Benfica, a prisão de Vale de Azevedo e o Apito Dourado, que envolveu o Futebol Clube do Porto. Bem como as acusações de fuga ao fisco que incidem sobre jogadores como Cristiano Ronaldo e Fábio Coentrão.

 

Refere ainda que o Sporting é um clube muito conhecido na Europa por produzir jogadores talentosos, mas que no passado mais recente tem ficado atrás do Benfica e Porto nas verbas obtidas com a transferência de futebolistas.

 

Bruno de Carvalho diz à Bloomberg que os clubes deveriam repensar as comissões que pagam aos agentes de futebol, exemplificando que não pagou nada na transferência de João Mário para o Inter, no valor de 45 milhões de euros. "É possível ter uma relação com os agentes se eles perceberem que têm de arranjar uma forma de não comerem o bolo todo", afirmou.

 

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/desporto/detalhe/bruno-de-carvalho-diz-a-bloomberg-que-ha-fraude-e-corrupcao-nas-transferencias-de-jogadores?ref=HP_Destaques3not%C3%ADciascompatro

 

Curioso ele dizer isto nesta altura, quando há pouco tempo havia suspeitas de que ele é que andava a receber comissões com o Costa Aguiar. Posso estar enganado, mas acho que ele está é a querer disfarçar a "coisa". Ele que especifique quem é quem e deixe-se de insinuações torpes!

 

Analisem estes dois artigos:

Afinal era tudo treta

Afinal era tudo treta - parte II

 

 

É fácil roubar dinheiro a um clube não sendo necessário abrir nenhuma conta-bancária?

 

Mas será que é assim tão fácil? Ao menos podias explicar os procedimentos, para depois uma auditoria clarificar se tocaste ou não no "fruto-proibido" .

"Ser presidente", passou de uma "missão", a um emprego a manter a todo o custo!

Declarações de José Roquette em 2009

 

Para José Roquette, ser presidente do Sporting, é "altamente desgastante"

 

Para Bruno de Carvalho, ser presidente do Sporting, é um sonho de menino que vem dos 6 anos de idade!

 

É um sonho que está a ser tão bom de desfrutar, que chora para que não o deixem cair pela escassez de emprego!

 

Os antigos presidentes, "bons" ou "maus", na prática, eram-no por sentido de missão. Filipe Soares Franco poderia ter continuado, mas "saiu amargurado e desiludido"

 

Afinal, o futebol é irracionalidade. E ser presidente nunca poderá ser algo irracional como se de um mero adepto se tratasse. E hoje, o Sporting é gerido de forma irracional e esquizofrénica, na medida de adeptos cada vez mais cegos de ódio. Afinal, o que conta é agradar para manter o emprego! No passado, não só os presidentes não foram remunerados, como acabaram por se sentir a "mais" nesse mundo.

 

José Roquette, disse também, que "aqueles 3 ou 4 milhares de sportinguistas que estarão na Assembleia-Geral representam uma realidade muito mais poderosa e envolvente, devendo eles terem essa noção".

 

Nos dias de hoje, o Sporting, como um "todo", é "representado" numa Assembleia-Geral por meia-dúzia de gatos-pingados convocados no próprio dia! "Gatinhos" que têm sido coniventes com perseguições a outros sócios somente por terem opinião!

 

José Roquette preocupava-se com a eventualidade dos "interesses profundos e históricos do Sporting não serem à época devidamente cuidados".

 

Nos dias de hoje, "a data da puta da gala", é adiada por causa do casamento do senhor Azevedo!

 

E os adeptos, como reagem? Com a maior das naturalidades!...

 

Que se lixem os interesses históricos do clube! O que hoje é fixe é escrever comunicados sobre o Benfica!

 

Enquanto isso, Bruno de Carvalho, para não se "desgastar" como os presidentes do passado, aproveita para levar a Ornelas aos Guatemalas desta vida! 

 

O problema actual do Sporting não é uma questão de presidentes. É uma questão de mentalidade-colectiva.

 

Se os antigos presidentes se sentiram desiludidos e amargurados, eu, confesso, que como mero adepto sinto exactamente o mesmo... Também eu já me sinto a mais!

 

PS: Sou contra esta bipolarização entre Roquettismo e esta "nova era" que começou em 2013. Mas comparem os dois vídeos e atentem no discurso, no tom, na classe, e até no sportinguismo. 

 

Teremos de morrer para que nos juntemos todos?

19260751_10213613066666928_4396242223243782744_n.j

Juntos por todos. Falemos de futebol. Falemos de desporto. Quantos mais mortes teremos de ter no desporto para que se juntem os líderes dos principais clubes em Portugal?

Pode parecer banal ou ridículo falar-se em desporto quando 64 pessoas perderam a vida, não a dar um chuto numa bola, não em qualquer estádio, não no estado de adepto ou de sócio em guerrilha, mas na sua estada na estrada da vida. Por um raio, tantos raios, por um fogo, tantos fogos, por um vento, tantos ventos.

Hoje contribuímos para todos, fossem ou sejam eles do Sporting, Benfica, Porto ou Pedrógrão Grande.

Teremos de morrer para que nos juntemos todos? Terão de morrer mais? Não foram muitos os que morreram já? Nos fogos, nos estádios ou nas imediações?

Assistimos a uma guerra nunca vista no desporto português. Tantos rastilhos, tanto mato, tantos fogos, tanta merda. De parte a parte. Da minha parte, que acabem com esta merda.

Temos dirigentes desportivos que incitam a violência, o ódio, a ofensa gratuita. Castigados por instâncias disciplinares, desobedecem com despudor.

Mas não estão sós. Adeptos vulneráveis ciosos por pertencerem a algo, vão na onda da falácia. O bem e os bons de um lado. O mal, os maus, feios, porcos e nojentos de outro. Ambos populares, ambos populistas.

Somos uma nação que descobriu e conheceu Mundo. País solarengo à beira mar plantado. Povo pacifico, amistoso, empático, acolhedor.

No desporto e no desporto Rei em particular somos Campeões Europeus, Ronaldo o desportista mais premiado, valioso e reconhecido do Mundo, Mourinho um dos melhores (o melhor?).

Os nossos dirigentes? Dos piores do Mundo. Corrompem, agridem, cospem, ofendem, criticam, condenam, desrespeitam!

Legitimados por eleições, sentem-se inatingíveis por regras, leis ou justiça. Deuses no seu trono, líderes das suas tribos.

Apoiados pelos boys da fina flor prestam-se a tudo para um aplauso, um like ou uma selfie. Se o apoio da fina flor menos ou mais fraudulenta é garantido, é nas massas que encontram mais votos, nas claques. São estes, os mais pobres e desprotegidos, quem os alimenta.

E o P.R. Marcelo que nada faz. Até que morram uns quantos.

 

Uma dúvida:

Pergunta que reputo deve ser feita de forma repetida: agora que o "Palmelão" saiu e o Bruno é o novo responsável pelo futebol o mesmo Azevedo de Carvalho acumula o ordenado do ex-director com o de Presidente? É que não me admiraria nada!

O João Paiva dos Santos já foi expulso de sócio?

img_770x433$2017_04_17_12_45_18_1252570.jpg

Este é aquele que queria pagar do seu bolso uma auditoria para clarificar o que tem sido a gestão do Sporting. 

 

Foi acusado por Bruno de Carvalho de estar aliado aos nossos rivais e de ter enviado emails a Pedro Guerra.

 

A questão é: se tudo é 100% limpo na gestão do Sporting, qual era o problema, se inclusive, um lampião quisesse pagar do seu bolso uma auditoria à gestão dos últimos 4 anos? Quem não deve não teme!

 

Relembro a caça-às-bruxas que se fez com as audições aos anteriores mandatos até 1995! Relembro que essas auditorias pariram um rato, mas mesmo assim, recorrendo a falácias e a malabarismos comunicacionais, Bruno de Carvalho tentou sair de fininho...

 

Qual era então o problema de uma auditoria paga por um sócio e completamente independente ao Sporting? Mesmo que fosse só mais uma, o problema era exclusivamente de João Paiva dos Santos - pois era ele que a pagava!

 

Relembro, que há uns tempos, Paiva dos Santos e Pereira Cristovão apenas se queriam reunir com a administração do Sporting, mas mais valia esperarem sentados. Aliás, consta que Bruno de Carvalho espreitava pelas cortinas fechado no escritório!

 

Face a tanta demagogia e contradição, porque não tenho a legitimidade de pensar que tudo o que Bruno de Carvalho disse na Assembleia-Geral não pode ser verdade, e que este já se está a precaver para se vitimizar? Pois, são os conspiradores que estão contra o querido-líder e tal... Uma táctica já velha e que não sei até quando os sócios se irão deixar "fintar" por um malabarista que até chegar ao Sporting abriu e fechou meia-dúzia de empresas de carpintaria!

 

É que Bruno de Carvalho canta bem, mas não me alegra...

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D