Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

"O Bruno de Carvalho é um problema dos sportinguistas"

Até os nossos rivais já começam a sentir um cansaço legitimo quando confrontados com as parvoíces de Bruno de Carvalho! Foi assim ontem com Jaime Antunes.

 

20627965_IWbZw.png

 

No outro dia Carlos Janela afirmou que não tem mais adjectivos e somente se limitou a dizer que mais tarde o país irá reflectir sobre o porquê de uma grande instituição ter sido entregue a uma pessoa assim. Nesse mesmo programa o representante portista também afirmou que se calhar as pessoas gostam, não querendo também tecer qualquer comentário...

 

Rui Santos no Tempo Extra afirmou que Bruno de Carvalho precisa de um médico e do respectivo tratamento.

 

Enfim, não haja dúvidas que Bruno de Carvalho já nem faz rir de tão parvo que é. "Simplesmente" arrasta a instituição Sporting para um desprezo tal, que os nossos rivais neste momento somente lançam um pequeno sorriso de indiferença.

 

Mas lá está: Bruno de Carvalho é um problema dos sportinguistas, e o clube será sempre aquilo que eles quiserem que ele seja.

coreano.jpeg

Figura da semana: Bruno de Carvalho. Um pirómano que gosta de deitar fumo para os olhos dos outros!!

dfg22.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veste a pele de justiceiro, dispara em todas as direções, mas acaba por cair no ridículo. O presidente do Sporting ainda não percebeu que os adeptos são uma coisa e os dirigentes são outra...!

Quando se pensava que já nada nos poderia surpreender, eis que Bruno de Carvalho se reinventa e proporciona um dos momentos mais hilariantes da televisão portuguesa numa entrevista ao canal do clube. Nada como dar uma vista de olhos pelas imagens da Sporting TV para perceber que o presidente do clube leonino tem tanto sentido de responsabilidade como um elefante numa loja de porcelana.

O populismo tem limites e Bruno de Carvalho desconhece-os por completo.Ameaçar comentadores que lhes dá pontapés no rabo e que os fará chorar está ao melhor nível do maior arruaceiro das claques. Para o líder leonino tudo serve para dar espetáculo e é bom que se mantenha por muitos anos no cargo, pois as suas semelhanças com outro justiceiro que passou pelo mundo da bola, mas do outro lado da Segunda Circular, são cada vez mais evidentes. E sabemos como acabou...

 

Tudo não passaria de um problema do Sporting e dos seus adeptos se Bruno de Carvalho não fosse um péssimo exemplo para aqueles que o veem ou ouvem. Os constantes apelos à violência, mais ou menos camuflados, não auguram nada de bom. Num mundo, o do futebol, onde as emoções se sobrepõem à razão, Bruno é um verdadeiro pirómano.

 

Desde que chegou à liderança do clube, conseguiu, é bom que se diga, entrar no campeonato dos grandes, leia-se Benfica e FC Porto, e a contratação de Jorge Jesus para treinador do clube foi uma jogada de mestre. Bruno de Carvalho mexeu com o emblema de Alvalade e a equipa, regra geral, tem lutado por vitórias.Tirando esse facto, quase tudo tem sido uma pequena desgraça. Despede pessoas que depois enxovalha na praça pública, goza com os seus jogadores e entra constantemente em conflito com Jorge Jesus, o homem que lhe poderá dar algumas alegrias. Não é por acaso que alguns jogadores, segundo o que se escreveu, estiveram quase a chegar a vias de facto com o presidente do clube.

 

Bruno de Carvalho deve pensar que uma instituição com tantos anos passou a ser uma empresa sua, o que como sabemos não é verdade - e ainda bem para o futebol nacional. Mas o Sporting irá aprender por experiência própria como é perigoso entrar em demagogia pura e dura. Atirar areia para os olhos dos outros tem um efeito muito curto. A forma como se referiu a William Carvalho e ao pai deste, a propósito de mais uma transferência gorada, foi patética. Tudo num ano em que o clube parece lançado para as vitórias e que precisa de estabilidade e segurança. Mas isso é com os sócios do Sporting...

 
09/09/2017 

A próxima pessoa que me disser que o Azevedo de Carvalho recuperou o Sporting financeiramente...

 ...leva com um tijolo na cabeça!

 

Ou não sabe o que se passa no Clube ou não lê as actas das AG's!

A recuperação financeira foi apresentada e votada em Assembleia Geral no mandato anterior a BdC!

Digam que executou uma reestruturação financeira, mas não a idealizou,  não inventem!

cara-de-nojo.jpg

 

 

É como fazer as instruções para montar uma cadeira e seguir essas instruções para montar a cadeira!


Jesus, Nossa Senhora, que ignorância!

 

O Sporting está condenado a desaparecer

20841822_1947057412198161_5293445819770620097_n.pn

Nos últimos 35 anos o Sporting venceu 2 campeonatos, esteve 18 anos sem conseguir o título, e desta feita caminhamos para os 16 anos de jejum.

 

Isto deveu-se a vários factores como a afirmação do FC Porto, erros de arbitragem ou incompetência própria dos dirigentes que os sócios foram elegendo.

 

Hoje os sportinguistas acreditam que com um presidente como Bruno de Carvalho, os resultados mais tarde ou mais cedo surgirão. Afinal, se com os "outros" que na generalidade tinham um comportamento perfeitamente normal o Sporting pouco ou nada ganhou, porque não dar assim a oportunidade a algo completamente diferente? E nunca o Sporting teve um período tão estranho na sua história.

 

Custa a crer como tudo é normal e aceitável para os adeptos do Sporting. A mediocridade está instalada no seio do próprio clube. A exigência por coisas mínimas já não existe.

 

Durante mais de 30 anos o Sporting coleccionou 10 presidentes antes de Bruno de Carvalho, o que só demonstra que os adeptos não se foram contentando.

 

Há 10 ou 15 anos atrás, quando o Sporting ganhou títulos, seria impensável que um tipo como Bruno de Carvalho tivesse sequer a possibilidade de pensar em ser candidato a presidente, quanto mais ser presidente e estar hoje a fazer o que tem vindo a fazer ao longo destes 4 anos!

 

Hoje tudo é normal num clube que outrora foi uma referência nacional e um modelo para muitos clubes nacionais. Não é do acaso que existem muitos "Sporting" por esse país.

 

Hoje, processar, fazer palhaçadas, caluniar, mentir, faltar ao respeito, odiar, condicionar, expurgar ou ofender tanto externa como internamente é algo perfeitamente normal para os adeptos do Sporting.

 

Na dúvida, podem ter a certeza que os únicos frutos que esta forma de gerir um clube nos vão dar, é o desaparecimento do clube como um "grande". Nunca deixamos de ser "grandes" nas últimas três décadas, mas arriscamo-nos a ser definitivamente o melhor dos "pequenos".

 

Os indícios estão todos lá. Basta percorrer as redes-sociais e perceber que este clube se contenta em falar em vouchers e emails.

 

Como isto está, não vale a pena pensar num "abrir de olhos" dos adeptos do Sporting. Irão até ao fim até quando não houver mais buraco para cavar.

 

E não é preciso muito. Como disse, basta falar de vouchers ou emails ou escrever uma saraivada. São estas as vitórias de um outrora grande clube nacional e europeu!

 

Eu já não tenho ilusões. Hoje o único sentimento que tenho em relação ao Sporting é pena. Muita pena.

 

20621137_zzTH1.jpeg

Cansado de palhaçadas no meu clube!

Capturar.jpg

O que vai na alma de Victor Espadinha, é também o que me vai na alma...

 

Reparem: Bruno de Carvalho foi suspenso por 6 meses, e como este reage? Claro, no seu facebook, com uma... anedota.

 

Têm sido 4 anos disto. Muita palhaçada para tão poucos resultados a nível nacional e europeu.

 

O que me faz impressão já nem é o artista. O que me faz impressão são os sócios que não percebem que o Sporting tem que ser muito maior do que um qualquer palhaço!

 

Desde há quase 3 anos a esta parte que mal ou bem tenho feito os possívels para abrir os olhos a outros sportinguistas. Desde textos em grupos de facebook, desde debates em grupos e páginas de facebook, desde comentários e debates em blogs, ou meu próprio blog o Cantinho de Alkmaar e agora este actual blog com a  colaboração de uma outra pessoa amiga (e eventualmente também com a colaboração de outros)...

 

Hoje a motivação é muito pouca para continuar com este passatempo e o Sporting até está longe de ser a razão de ser da minha vida. É somente a coisa mais importante das menos importantes...

 

Portanto, vou-me retirar por tempo indeterminado, ou quem sabe, definitivamente ("definitivamente" enquanto ele for presidente).

 

Sinto-me resignado. O Sporting vai mesmo passar pelo pior, e quiçá, assim terá que ser, para que no futuro estes Vales e Azevedos nunca mais tenham a hipótese de tentarem meter os pés em Alvalade!

 

Como disse num post anterior relativo ao que espero do campeonato para esta época, vou deixar o blog por inteiro à outra pessoa que comigo tem colaborado.

 

Pedro Neves

Nostalgia ou desilusão?

Estamos a poucos dias do começo do campeonato e, confesso, que o meu estado de alma é hoje muito oposto relativamente a anos anteriores. Já não sinto aquela "ilusão". Aquele entusiasmo e aquela expectativa...

 

Ainda sou do tempo em que não havia facebook, como também sou do tempo em que os presidentes não faziam do cargo o seu emprego e o seu meio de sustento, não arrastando também outros "falidos" para dentro do clube. Um tempo em que mal ou bem se debatia Sporting com o intuito do servir.

 

Hoje vale tudo para fazerem do Sporting o seu quintal. Para isso não é preciso muito.

 

Basta recuar 30 anos ou 40 anos e voltarmos a ser umas crianças.

 

Os mais recentes posts de Nuno Saraiva e os respectivos aplausos da maioria dos adeptos fazem-me pensar em muita coisa...

 

Pensar na nostalgia que era falar dos jogadores e treinadores que por vezes "prometiam" nesta altura do ano. Hoje fala-se de tudo menos de futebol... Contentamo-nos com muito pouco...

 

Ou pensar que afinal tudo não deve ter passado de uma ilusão...

 

De qualquer modo creio que algo vai mesmo mal dentro da familia leonina. Que não sejam os próprios adeptos que permitam que destruam o clube de uma vez por todas!...

Uma época que pode significar o início do desmembramento do Sporting

O Sporting já está desmembrado. Na prática ainda não o está, é certo, mas na cabeça da maioria dos adeptos parece existir de facto um "antes" e um "depois" de Bruno de Carvalho. Como também se deixaram convencer que existem sportinguistas do Carvalho e do croquette.

 

De momento o brunismo está representado com 86%, enquanto que a oposição é somente de 14%.

 

Em condições normais não digo que esta direcção não merecesse algum benefício da dúvida (sem aldrabices, mentiras ou má-criação). Vamos para a 5º temporada de Bruno de Carvalho, e boa parte desses 86%, de certeza que ainda estão com Bruno de Carvalho para lhe dar precisamente esse benefício da dúvida.

 

Mas, e se à semelhança da época passada, o Sporting volta a desiludir? Aí, creio que boa parte dos que ainda acham que Bruno de Carvalho tem margem de erro, podem começar a passar para o lado da oposição.

 

Mas, também é notório que boa parte dos que estão com Bruno de Carvalho, são precisamente adeptos do Bruno de Carvalho, e não o vão deixar cair por nada.

 

Não acho que esta época seja decisiva para Bruno de Carvalho, mas pode ser o inicio da divisão entre sócios e adeptos. Aquelas tácticas populistas de Bruno de Carvalho podem começar a fazer-se sentir a partir desta época.

 

Será interessante perceber o que se sucederá no plano emocional tanto do lado dos adeptos, como no lado daqueles que conseguiram emprego à custa do Sporting.

Daniel Sampaio - o rosto que no futuro terá que dar a cara pelo "brunismo"

 

Ao ter lido os comentários (já não estão disponíveis) no post de um sportinguista de seu nome António de Sousa Duarte, dei por mim a pensar no que tem sido a gestão de um autentico lunático, que poderia perfeitamente ser paciente do psiquiatra Daniel Sampaio.

 

Tudo o que pode haver de pior num dirigente está lá. E conseguiram enraizar tudo isto no seio da maior parte dos adeptos.

 

Se Bruno de Carvalho ainda é presidente do Sporting, a isso se deve e muito, a pseudo-notáveis como Daniel Sampaio, Eduardo Barroso, Dias Ferreira ou José Eduardo.

 

Como psiquiatra, é Daniel Sampaio quem terá que dar a cara por toda essa gente, e explicar o que viram de positivo na gestão de Bruno de Carvalho ao longo de todos estes tempos! E não, não estou a ironizar. Digam lá que não tem lógica?

 

Mas até esse momento surgir, ainda teremos que aturar com muitas maluquices de uma gestão que vai desmembrar o Sporting e diminui-lo até ao limite.

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D