Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

E a luta continua...

Se após 4 anos de muita conversa e poucos resultados práticos (1 Taça de Portugal) a estratégia de criar conflitos contra tudo e contra todos resultou, na dúvida, porquê mudar? Afinal, ele já disse que daqui a 4 anos será novamente candidato. É só isso que o move.

 

O eterno presidente-candidato logo na noite eleitoral mostrou ao que vinha para os próximos 4 anos. Logo ali ele resumiu o que foi o seu mandato e prometeu ao que ai vinha para os próximos anos.

 

Se se falasse verdade, o foco estaria como deveria ser normal, na gestão e nos resultados-práticos.

 

O "baile" que Pedro Madeira Rodrigues lhe deu no debate teria tido um maior impacto, pois seria visto como alguém tão sportinguista como Bruno de Carvalho. Assim, Madeira Rodrigues foi visto como mais um inimigo a abater, pois foi visto como um "croquete", ou um "lampião" ao serviço do "sistema".

 

Independentemente dos erros estratégicos e de gestão dos anteriores presidentes, está mais que provado que bem ou mal estiveram de boa-fé no Sporting, e mais não quiserem do que dar o melhor que podiam e sabiam pelo clube.

 

Já ao eterno presidente-candidato só o move o poder e o ordenado (e quiçá as comissões) que este emprego lhe garante.

 

E é esta má-fé que ele tem apresentado no Sporting e no futebol português que o fará responder pelos seus actos nos sítios apropriados para malandrecos como ele. Temo é que isso só aconteça quando o Sporting estiver completamente na merda sem que mais nenhuma guerra possa disfarçar a realidade...

 

A culpa é de todos. Todos se revêem nisto e aprovam este caminho. Um caminho completamente esquizofrénico onde se vêem bruxas em todo o lado em que o passatempo favorito é ir à caça delas! Na ausência de resultados-desportivos os sportinguistas deixam-se alimentar por isto. É triste.

 

Se estes sócios e adeptos foram na conversa do Bruno e renegaram anos e anos de dirigismo que eles próprios à época legitimaram, no futuro que bode expiatório terão para não admitirem que a culpa é do clube em si, e não de nenhum fantasma?!

 

Cresçamos! Representamos um clube com um legado de 111 anos de história! Não se trata de um clube de miúdos que jogam lá no bairro!

 

Quando iremos crescer? Quando estivermos precisamente lá atolados na merda? É?!

 

E peço desculpa de falar em merda, mas este precedente foi aberto pelo actual presidente do Sporting Clube de Portugal! É este o nível.

 

Enfim, saudades dos tempos do Acosta, do Jardel, João Pinto, do Liedson, do Sá Pinto, do Paulo Bento, do Beto, do Barbosa, etc etc etc... Tempos em que podia haver as suas polémicas internas e externas, mas não chegava ao nível do manicómio! Tempos em que o foco estava em lutar por títulos e sofrer jogo a jogo pelos nossos objectivos. Porque de resto tinhamos o minímo que se exige: o respeito, a verdade e a dignidade que um clube como o Sporting exige pela sua grandeza.

 

E fomos nós quem nos deixamos enfraquecer como clube...

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D