Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Começo-me a sentir cada vez mais adepto da Selecção em detrimento do Sporting

                                                                                                                       

Desde há uns anos a esta parte que vinha a sentir de certa forma um menor entusiasmo relativamente à Selecção Nacional.

 

Talvez porque me habituei "mal" com a geração de ouro. Mas uma geração que nada ganhou.

 

Apesar de Portugal ter ganho o Euro 2016, a verdade é que no decorrer da competição não fomos nada por ai além. Mas ganhamos.

 

Mas se há algo que nunca me passou pela cabeça, era que um presidente tivesse a capacidade de fazer com que eu começasse a sentir o mesmo relativamente à equipa principal do Sporting.

 

Hoje começo a perceber através da actual realidade do Sporting que a Selecção personifica o verdadeiro futebol. O futebol em que não se ouve falar em dirigentes, e que é inteiramente focado nos jogadores, com o apoio de todos os adeptos portugueses.

 

Aliás, assistir a um jogo da Selecção Nacional em solo português é já de si uma delicia pelo ambiente nas bancadas. Um ambiente familiar em que todos se respeitam.

 

Antes, apesar do Sporting ter sido sempre debatido, tenho a ideia que havia respeito entre todos, apesar das opiniões divergentes. Ninguém era "expurgado" nem processado. 

 

Enquanto clube o Sporting dáva-se minimamente ao respeito, e, lá está, o foco estava em sofrer Domingo a Domingo com os jogos do Sporting, única e exclusivamente preocupados com a performance dos jogadores, ou a discutir as opções do treinador. Coisas de adeptos... Normal.

 

Hoje aparenta ser normal um presidente sentar-se no banco de suplentes e só dar a cara perante os adeptos quando lhe convém. O foco actualmente está nele e nas suas palhaçadas quase diárias. E isso não pode ser o Sporting.

 

Veja-se o que disse o Bas Dost há uns dias:

 

"O presidente senta-se no banco em todos os jogos. Eu nunca via o presidente do Wolfsburgo, por exemplo. Via uma vez por ano, na festa de Natal. Aqui [no Sporting], o presidente está quase sempre no treino, só falta ser ele a dá-lo, porque de resto está quase sempre lá. Tivemos eleições presidenciais há pouco tempo e foi um circo", afirmou o internacional holandês, em entrevista ao Dagblad van het Noorden."

 

Para mim não deixa de ser surpreendente como os sócios e adeptos não se desgastam com o actual paradigma!

 

Eu se quiser ver bom futebol vejo a Liga Espanhola, a Liga Inglesa, ou a Liga dos Campeões. 

 

Não deixo de ser sportinguista, mas sinto-me cada vez mais distante...

 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D