Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

“Não tenho adjetivos para o Cristiano Ronaldo. Não existem."

mw-680.jpg

Márcio Amoroso. 42 anos. Nascido em Brasília. Foi eleito o melhor jogador do Brasileirão de 1994 e ao longo da sua carreira como avançado passou por grandes clubes no Brasil, como o Flamengo, São Paulo, Corinthians e Grêmio, além de ter jogado em igualmente grandes equipas internacionais como o Udinese, Parma e AC Milan de Itália, o Borussia Dortmund da Alemanha e o Málaga de Espanha. O brasileiro falou à Tribuna Expresso e fez uma espécie de retrospetiva sobre a sua carreira: clubes onde jogou, as saudades que ficam, e o jogo desta noite do Borussia Dortmund. Teve ainda tempo de nos contar sobre o desejo de um dia conhecer Cristiano Ronaldo, de falar sobre a admiração que nutre por Rui Costa e deixou os palpites para o Mundial de 2018.

 

Como antigo avançado, que adjetivos encontra para Cristiano Ronaldo que acabou de chegar aos 100 golos na Liga dos Campeões?


Não tenho adjectivos para o Cristiano Ronaldo... Não existem. Acho que é um dos maiores jogadores de todos os tempos.

Além de um profissional correto, dedicado na profissão, é um atleta que um dia gostaria de ter a oportunidade de o conhecer pessoalmente, pelo carácter, pela bondade que tem e por ser alguém que ajuda muitas pessoas. Ele tem todo o mérito de chegar aos 100 golos, sem dúvida porque a cada dia ele quer sempre melhorar. Algo que faz dele o melhor jogador do mundo da actualidade. Só tenho de agradecer por ter visto o Cristiano Ronaldo jogar ao mais alto nível. É um grande privilégio.

Ficou surpreendido com a conquista do Europeu por parte de Portugal?
Portugal tem uma grande seleção. Tem jogadores experientes, jogadores que estão acostumados a grandes competições. É uma seleção de grande respeito. É um país forte, um país muito acolhedor e Portugal teve mérito de ter conseguido fazer o golo da vitória na final e de ter garantido o título de Campeão Europeu. É uma seleção que tem melhorado muito nos últimos anos e acredito que se deva também ao crescimento do Cristiano Ronaldo como jogador.

Podem ganhar a Taça das Confederações?
Acredito que sim. Entram como uma das seleções favoritas por ser uma seleção de grandes jogadores e se todos estiverem em grandes condições físicas, pode ser uma séria candidata.

E no Mundial, há hipóteses?
No Mundial vai depender de como os atletas portugueses vão chegar, porque quando se joga ao mais alto nível, e se joga em equipas candidatas nas suas ligas, chega-se ao Mundial um pouco mais degastados. Por isso o alto rendimento vai pesar muito. Mas é uma seleção que tem jogadores que, se fizerem uma bela primeira fase, entram com muita força nos oitavos de final. É muito importante primeiro conseguir a qualificação e depois poderão ter chance de lutar pelo título.

Fonte

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D