Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Sócios de Benfica e Sporting - tão distintos e ao mesmo tempo tão incompreensíveis

Há coisas quase incompreensíveis.

 

Talvez o Benfica nunca tenha tido um momento tão bom a nível nacional como nos últimos 4 anos, porque, afinal, o Benfica é pela primeira vez na sua história Tetracampeão Nacional e ainda conquistou duas Taças de Portugal [não conto com Taças da Liga e Supertaças]. 

 

Este Benfica já provou por diversas vezes (independentemente dos meios) que tem capacidade para superar as adversidades, incluindo, já com Rui Vitória ao leme da equipa encarnada.

 

A mesma estrutura que esteve ligada a essas conquistas, para boa parte dos sócios, não merece actualmente o beneficio da dúvida. Em vez de estarem unidos, criam uma absurda instabilidade interna (talvez muito por culpa de uma personagem da estirpe de Rui Gomes da Silva).

 

Repare-se que nos tempos de Koeman, Fernando Santos, Camacho, Chalana e Quique Flores; em que o Benfica estava sempre atrás de FC Porto e Sporting, deu no entanto para Luís Filipe Vieira manter quase intacto o apoio generalizado dos sócios do Benfica que o reelegeram em 2009.

 

Depois de tantas vitórias é que já questionam a sua gestão?!?... 

 

O caso do Sporting é bem diferente. 15 anos sem vencer o título faz com que exista pouca cultura de exigência, todavia, nos últimos 4 anos, nunca o Sporting e os seus sócios foram tão maltratados para tão poucos resultados desportivos [1 Taça de Portugal e o resto foi folclore].

 

Aliás, basta assistir aos monólogos do senhor Azevedo precisamente nas Assembleias-Gerais. Os sócios foram reduzidos a meros fantoches que somente têm que aprovar o seu ordenado e ainda recebem sermões do que é ser do Sporting e como se devem comportar como sportinguistas!

 

A pouca oposição que existe nem se consegue organizar para fazer algum "barulho" numa Assembleia-Geral para assim tentar "mexer" com alguma coisa. 

 

Enquanto que o Benfica se tornou num clube super-exigente com quem já teve muitos méritos; o Sporting está-se a tornar num clube cada vez mais pobre em espírito critico, pois boa parte dos sócios e adeptos decidiu acreditar que Bruno de Carvalho é o Sporting e o Sporting é o Bruno de Carvalho. Se Bruno de Carvalho processar, ofender ou mentir aos sócios e adeptos - que lhe deram possibilidade de arranjar os dentes e de fazer uma lipoaspiração - estes nem se importam. Faz até parte da cultura deste Sporting.

 

As duas imagens que coloquei neste artigo são até bem elucidativas do actual contraste entre as massas associativas dos dois clubes.

 

De um lado o TetraCampeão que coloca mais de 1000 pessoas numa Assembleia-Geral bastante dividida com muitos tumultos pelo meio (um exagero como já referi); e do outro lado um clube que continua sem ganhar e que mete pouco mais de 100 pessoas numa Assembleia-Geral que mais não é do que assistir à missa do "dono" do Sporting e aprovar o seu respectivo ordenado.

 

Na Assembleia do Benfica os sócios entoam o "Benfica é nosso", enquanto que na Assembleia do Sporting "ele é o Sporting".

 

Aliás, se a Assembleia do Benfica foi o que foi, estão a imaginar o que seria se Luís Filipe Vieira cometesse o absurdo de exigir que os seus sócios passassem menos tempo no facebook pois caso contrário poderá cortar nas modalidades?... Estão a imaginar o que seria a Assembleia Geral se há uns dias atrás o presidente do Benfica fosse anunciar nos ecrãs do estádio que iria ser avô?...

 

Os benfiquistas podem estar a cair no erro de estarem a ser precipitadamente injustos e pouco coerentes com a ânsia de não deixarem de ganhar, mas o caso do Sporting é mais preocupante.

 

O Sporting enquanto clube caiu num buraco que do qual será muito difícil que tão cedo de lá saia. É fundamentalmente um problema de cultura e de identidade.

 

Um problema que deixa envergonhado qualquer sportinguista que sinta e conheça minimamente bem o Sporting Clube de Portugal.

Azevedo, aqui quem dita as regras não és tu! São os sócios!

Não passas de um mero funcionário que só à custa deste emprego conseguiu dinheiro para emagrecer e arranjar os dentes! Agradece aqueles a quem tu tentas ensinar como se devem comportar, que muito "mansos" têm sido eles contigo! Enxerga-te.

 

Pede ajuda ao teu psiquiatra, que muito tem ele para explicar um dia mais tarde!

azevedo maluco.png

E sim, só fazes figuras de um triste palhaço pobre!

 

A frase do ano

"Ou se mobilizam e gastam menos tempo de Facebook e a chamar amigos sportinguistas ou então o Sporting será obrigado a fazer um corte substancial no orçamento das modalidades"

 

20664448_jnKLu.png

Confesso que achava difícil superar aquela do "é muito fácil roubar um clube de futebol".

 

A sério que este tipo tem a coragem de acusar os outros de passarem tempo no facebook???

 

Meninos destes ficam assim porque lhes faltou levar uns bons tabefes quando tiveram idade para as levar!!!

 

És vítima de quê oh Carvalho? Vítima é o Sporting Clube de Portugal

set.png

 

Em dia de assembleia geral do Sporting em Alvalade, Bruno de Carvalho voltou a apelar à militância dos sportinguistas, sublinhando que se vivem tempos complicados, dando como exemplo os sucesssivos castigos de que tem sido alvo. Nesse sentido, pediu que todos remem para o mesmo lado.

"Continuo a achar que alguns sportinguistas não têm de facto noção dos tempos que estamos a atravessar, em que o presidente tem sido fortemente atacado e silenciado com castigos atrás de castigos, ora porque opina, ora porque critica de forma fundamentada. Devem fazer esforço de perceber que algo se passa. Quando já temos um ano e meio de castigos acumulados – como disse alguém contente, aos pulos – que vão ser mais, temos de verificar que temos de tomar uma decisão. Ou remamos todos para o mesmo lado ou não estamos conscientes do que está a ser feito. Era mais fácil ser um presidente diferente, menos interventivo e menos defensor dos superiores interesses do Sporting. Só tinha a ganhar. Mas eu continuo a acreditar que tenho de fazer tudo o que estiver ao meu alcance para defender o Sporting", afirmou o presidente verde e branco.

"Continuamos a ser autofágicos e a arranjar problemas onde não os há, teimamos em caminhar em vários sentidos. Os castigos vão-se acumulando e eu vejo que os sportinguistas dizem que o presidente se põe a jeito. Talvez seja bom relembrar que o primeiro castigo se refere ao facto de ter dito que um associado não deixou nenhumas saudades ao futebol português, Vítor Pereira. O segundo vem de um pseudo envio de fumo, que não é fumo nenhum, para cima do presidente do Arouca. O terceiro por me terem perguntado se o lápis azul tinha mudado para a cor vermelha e eu ter dito que sim", acrescentou Bruno de Carvalho.

Jornal Record

 

Tiago Fernandes mandou indirecta a Luis Boa Morte, levou o troco que mereceu!

 "Antes de eu cá chegar a equipa levava goleadas na Champions e hoje não. É uma equipa adulta, que bate recordes, a melhor equipa do país, campeões nacionais. Quero evoluir gradualmente. Respiro futebol desde que nasci. É difícil chegar um treinador e ensinar-me mais futebol do que aquele que eu percebo. Nasci e cresci neste mundo. Podem chamar-me arrogante, mas é aquilo que eu sinto. Em Portugal a minha referência é Jorge Jesus e fora é Mourinho", afirmou na altura Tiago Fernandes.

 

Resposta de Luis Boa Morte no seu Twitter:

eee.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://twitter.com/luisboamorte11

 

Quem diz o que não deve, arrisca-se a ouvir o que não quer!

 

O "sportinguismo" ensina-se e vive-se - ninguém nasce com ele

22008327_10154747144896555_6941008117701653552_n.p

Sempre vivi o Sporting com uma grande emoção, mas há coisas que me custam a compreender. Este género de mentalidade é uma delas.

 

Pessoas que a primeira coisa que se lembram quando nasce um filho é inscrevê-lo como sócio de um determinado clube, como se a razão do nosso "ser" fosse um clube de futebol.

 

O sportinguismo deve-se impor de uma forma natural e ninguém deve ser obrigado seja ao que for. 

 

Ninguém é sportinguista na barriga da mãe.

 

O sportinguismo cultiva-se durante a fase de crescimento da criança e não é com cultos de personalidade e tentar apagar toda a história antes do actual presidente que o sportinguismo será imposto perante os mais jovens.

Pág. 1/9

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D