Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Como o Azevedo de Carvalho conquistou os sportinguistas? Dando-lhes... música!

Quando ainda há relativamente pouco tempo Azevedo de Carvalho afirmou que "facebook nunca mais!", eis que ele está de volta ao seu habitat natural. Vejamos a sua justificação para voltar atrás na palavra dada há uns tempos atrás:

 

Bruno-de-Carvalho-facebook.jpg

 «Criei o meu Spotify ligado ao Facebook. Como nada percebo destas "tecnologias", vejo-me forçado a manter esta conta para poder aceder ao meu conjunto de músicas que, com a minha família, são as coisas que me acalmam nos momentos mais dificeis (e nesta vida que escolhi são tantos...).

Assim cá estou de volta. Apenas manterei esta página pessoal pois esta não está contaminada por links colocados em blogues de Clubes rivais que inundam a página de comentários ao nível da sua pouca inteligência, e livre também de sportinguenses que, em vez de mostrarem militância, destilam azia e veneno.»

 

 

Finalmente percebo qual é o meu problema para contigo: é que "tocas" bem, mas não me alegras...

 

Talvez se deva ao facto de eu ser um "sportinguense", sem vocação para apreciar música do teu género...

LFV : “Regularizar claques? Sei que o Benfica tem sócios organizados, isso é o que sei.

eedf ok.png

O proeminente empresário de pneus, que podia ter também o nariz grande, qual Pinóquio, quanto lhe sobra nas Orelhas, diz que nunca soube que o Benfica tinha claques.

Pois bem, então eduque lá o seu "grupo organizado de adeptos", de forma a evitar as mortes de adeptos de outros clubes que na realidade têm claques.

Num país normal, esta gente estaria a presidir um clube com tanta expressão? Neste circo, até os charlatões são homens de bem. Uma lástima!

JC

 

Mensagem emotiva de Beto Pimparel - que enorme leão!

Como junto um ano de emoções, sonhos e paixões num texto? É difícil, mas vou arriscar.
Demorei mas consegui cumprir o sonho. Meu e da minha família. Não foi em Alvalade, mas sim em Famalicão. Um jogo da Taça da Liga que para mim foi uma final da UEFA Champions League. E foi assim que encarei todos os jogos pelo Sporting Clube de Portugal. Dentro ou fora do relvado.
Seja no banco ou a voar para os remates adversários... sei que cada um dos Sportinguistas sentiu o que eu senti: esta paixão ardente de representar tamanha instituição, tamanha cultura.

20376086_832131820289479_6721890665302217442_n.png

Hoje tenho um novo momento na minha carreira, como já devem ter sabido. Assino pelo Göztepe Spor Kulübü com vários objetivos em mente.

O Guarda-redes tem de jogar e sinto-me com capacidades para o fazer. Saio com o foco nas Seleções de Portugal e no Mundial e felizmente tive uma equipa técnica e uma direção, um departamento médico e uma rouparia que compreenderam esta decisão.
A estes o meu imenso apreço. Estamos em campo e na vida e nunca estamos sozinhos. Vocês fizeram com que sempre me sentisse na plenitude de todas as minhas capacidades.
Aos adeptos... bem, nem sei onde começar. "Deixo-vos", mas não deixo o Sportinguismo. Era um miúdo quando vos abracei... cheguei um homem quando comecei a cantar O Mundo Sabe Que ali, ao vosso lado.
Espero que sintam nas vossas mãos o aperto da minha mão, em sinal de agradecimento. Não me esqueço de vocês e nunca me esquecerei de todos os momentos que me ofereceram, seja a mim ou aos meus. Sei que terei a vossa fidelidade aqui, na outra ponta da Europa e também em todos os jogos do nosso Portugal.

Obrigado.
Beto Pimparel

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Obrigado Beto, és enorme, um exemplo de humildade e puro sportinguismo!

Que tenhas o maior sucesso pessoal e profissional!

És nosso para sempre, leão por dentro e por fora!

Forte abraço leonino e bem português!!!...

Conhecer Bruno de Carvalho "é qualquer coisa de terrível”, diz Octávio Machado

Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades?

img_757x498$2017_07_30_22_04_13_654241.jpg

 Não... A relação que tive foi com o presidente do Sporting. O Bruno de Carvalho é outra coisa... é alguém que não é bom ter como amigo, muito menos como inimigo, mas conhecê-lo é qualquer coisa de terrível. O presidente do Sporting merece-me todo o respeito, é presidente de uma grande instituição. Senão era um zé- -ninguém. Ao contrário daquilo que ele pensa.

 

Quais são os maiores defeitos que reconhece em Bruno de Carvalho?

Inveja, ciúmes, falta de respeito por tudo e por todos, inclusive pelo Sporting .

 

Bruno de Carvalho diz que o Octávio desconcentrava o banco...

Porque eu não ficava nada satisfeito, e apetecia-me dar um pontapé, quando ele punha o telemóvel a dar os jogos de andebol e de hóquei em patins... O que é um avanço no futebol, algo que eu não sabia, os presidentes levarem o telemóvel e meterem à sua frente para o banco ver, ao mesmo tempo que está a decorrer um jogo de futebol. Ele achava isso normal. Aí eu estou atrasado, de facto. Antigamente, os presidentes não iam para as discotecas com os fatos dos clubes beber copos - era impossível. É a evolução do futebol. Sabia que era a terceira escolha para o cargo que desempenhava? Foi coisa que nunca me preocupou... As primeiras escolhas do Bruno de Carvalho, em anos anteriores, deram muito prejuízo ao Sporting, cerca de 14 milhões de euros. Nabi Sarr, Slavchev, Shikabala... jogadores que foi ele que escolheu.

 

img_757x498$2017_07_30_22_04_12_654240.jpg

 

O Sporting vai ser campeão com este Presidente?

Se o Bruno de Carvalho for capaz de ser humilde, alterar os seus procedimentos, deixar de invejar o que os jogadores ganham, perceber e ter sensibilidade para saber o que é um balneário, o Sporting poderá ser campeão. O Sporting só não foi campeão já por culpa do Bruno de Carvalho.

 

O que é mais difícil: apagar fogos ou lidar com Bruno de Carvalho?

As diferenças não são muitas. Os fogos são silenciosos, traiçoeiros, têm movimentos inesperados que podem ser comparados a estados de alma, que muitas vezes apanham desprevenidos os menos avisados.

 

Quer trabalhar no Benfica?
Se quisesse, tinha-o feito há muitos anos. Nunca ponderei.

fonte 3.png

 

 

 

 

Beira-Mar vs Sporting de 1993\1994 - Uma vitória que nos permitiria sonhar

figo.jpg

 

Nos célebres 18 anos de jejum, a época de 1993-1994 foi talvez a única que nos permitiu sonhar com o título.

 

Balakov, Figo, Peixe, Paulo Sousa, Capucho, Pacheco ou Cadete, eram algumas das estrelas de uma fantástica equipa.

 

À entrada da 29º jornada o Sporting estava na 2º posição a 2 pontos do Benfica (na época uma vitória valia apenas 2 pontos), e o foco já estava fundamentalmente no Sporting-Benfica da jornada seguinte.

 

O Benfica empata na Luz com o Estrela da Amadora, o que faria acrescer ainda mais a motivação de ganhar ao Beira-Mar, pois assim, na jornada seguinte em Alvalade, o Sporting teria a oportunidade de ouro de se isolar na frente do campeonato a 4 jornadas do fim.

 

 

 

cadete.jpg

 

 

O infeliz desfecho é conhecido... Mas escrevo este artigo porque amanhã passará na RTP Memória esse Beira-Mar - Sporting, e é uma oportunidade de recordar as emoções de um jogo protagonizado por um grande conjunto de jogadores que naquele dia permitiram a toda a família leonina sonhar com a conquista do título 12 anos depois. Afinal, recordar é viver.

 

Bom fim-de-semana.

Um esclarecimento

Ontem, na BTV, o benfiquista José Manuel Antunes falou do nosso artigo sobre os 800.000€ pagos a José Fouto Galvan, e sinto a necessidade de pôr em claro algumas coisas, já que se falou em Ministério Público (e concordo com ele).

 

 1- Isto é apenas um blog pessoal de simples adeptos que gostam de debater em fóruns do Sporting na internet. E como disse e bem o senhor, escrevemos aqui com muita paixão estando também preocupados com o rumo que o clube está a levar. Não é a redacção de um jornal, e até me pergunto por onde anda o jornalismo de investigação.

 

2- Tudo o que publicamos aqui são factos que se encontram com simples pesquisas no google e que têm como objectivo levar outras pessoas a reflectirem e a pedirem esclarecimentos. A verdade acima de tudo.

 

3- No passado dia 19 de Julho recebi nos "comentários" o tal texto dos eventuais pagamentos do dito senhor espanhol às mordomias de Azevedo de Carvalho. Não sabendo o que fazer com aquilo, passei a "batata-quente" a uma página de facebook chamada Sporting Independente. Se é verdade ou mentira não sei...

 

4- Com algumas pesquisas no google, encontrei notícias antigas sobre o tal pagamento de 800.000€ a José Fouto Galvan. Limitei-me a divulgar, pois achei "interessante". E isto é factual.

 

5- Como disse e bem José Manuel Antunes, José Fouto Galvan ainda é um rapaz novo com 33 anos. Mas parece que afinal quem esteve preso foi o seu pai. De qualquer modo, o jovem rapaz de 33 anos está também ligado ao futebol tal como o seu pai. É caso para dizer que os 800.000€ ficaram em família.

 

6- O blog O Cantinho de Alkmaar está também ligado a este, e apesar de algumas brincadeiras e insinuações, só temos divulgado factos concretos que encontramos nas tais pesquisas.

 

7- Simplesmente achamos que à mulher de César não basta ser séria... Assim, tendo em conta tantas contradições de discurso e de atitude, é inevitável não passar pela nossa cabeça todo e qualquer tipo de especulação. Isto é legitimo.

 

8- O passado de Bruno de Carvalho é sabido que passou somente por abrir e fechar empresas com sede numa garagem.

 

9- Bruno de Carvalho já mostrou o seu IRS de 2012 a pedido de Pedro Madeira Rodrigues?

 

10- O sportinguista João Pedro Paiva dos Santos já foi expulso de sócio como prometeu Bruno de Carvalho há uns tempos atrás? Ele simplesmente colocava as mesmas dúvidas que nós aqui no blog, e mais não queria do que pagar do seu bolso uma auditoria independente à gestão dos últimos 4 anos! 

 

11- Para terminar, quem efectivamente afirmou que era fácil roubar um clube foi o senhor Azevedo de Carvalho. Escrevo este artigo para que não fiquem dúvidas de quem é que fala só por falar. E quem o fez, foi o presidente de um grande clube como o Sporting Clube de Portugal.

Sporting. Assim não vamos lá. Esqueçam, vamos ter mais um ano perdido

Nicolau Santos, diretor-adjunto do jornal Expresso, escreve sobre o que viu ontem e o que antevê para os próximos tempos em Alvalade

 

O Sporting perdeu ontem com o Vitória de Guimarães por 3-0 num jogo de preparação para a nova época que, para os leões, arranca no dia 6 de agosto, na Vila de Aves, o jogo que abre a Liga 2017/18. E o mínimo que se pode dizer é que os sinais foram preocupantes, não pelas experiências que Jorge Jesus fez ou pelas adaptações que foi obrigado a fazer, mas pelas manifestas fragilidades que se estão a tornar evidentes como resultado de uma má política de dispensas e de um sistema táctico que agrava essas fragilidades.

 

Guarda-redes: o Sporting não pode vender Beto e vender também Rui Patrício. Patrício é o melhor guarda-redes português, um dos melhores a nível mundial e garante vários pontos por época, além de dar uma enorme tranquilidade a quem está à sua frente. Beto colmata bem os jogos em que ele não puder estar presente. Vender os dois será uma desgraça, a não ser que se consiga uma alternativa magnífica.

 

Defesa: como é possível o Sporting iniciar um jogo com Bruno César a defesa-direito? É possível porque Schelotto foi dispensado, João Pereira foi vendido a meio da época passada e só há um tal Piccini, que já esta lesionado – e que, quando não estiver, não terá concorrência para o lugar. Erro crasso na política de dispensas e contratações. E o responsável chama-se Jorge Jesus. Coates não parece, para já, o jogador da época passada. O erro que ontem cometeu e que lhe valeu a expulsão aos 20 minutos de jogo é inadmissível no jogador de uma equipa que tem pretensões a ganhar títulos. Mas a intranquilidade de Coates resulta também da venda de Ruben Semedo, que colmatava em rapidez o que lhe faltava em serenidade e experiência, bem como a venda de Paulo Oliveira, com quem Jesus nunca foi à bola, mas que era de longe o mais rápido dos defesas sportinguistas e um jogador de grande entrega e muita qualidade. Em contrapartida, veio Mathieu que é pesadão, lento, com rins duros e que, a cereja em cima do bolo, já está lesionado. Se sofremos muitos golos o ano passado, cheira-me que este ano vamos sofrer muitos mais. Basta ver o que tem acontecido na pré-época.

 

Para a esquerda temos um jogador com problemas emocionais e que estava quase arrumado (Coentrão) e um jovem que precisa de jogar para ganhar confiança, mas que está longe de ser melhor que Jefferson (outro com quem Jesus nunca foi à bola e que, enquanto não despachou, não descansou). Conclusão: temos um enorme problema na defesa por culpa exclusiva de Jesus e das más opções que tem tomado, quer ao nível das dispensas, quer no plano das contratações. Esperemos que André Pinto recupere da lesão para sentar Mathieu.

 

No meio-campo, temos duas incógnitas fundamentais: Adrien e William Carvalho ficam ou vão? Ficam os dois ou só um? Não fica nenhum? E se ficar um, qual será? Dos contratados, Matheus Oliveira pode ser filho de Bebeto, mas não é jogador para uma equipa que luta pelo título. Vai ser despachado rapidamente ou jogará muito pouco. Palhinha está uns furos acima dele – e é da casa. Petrovic e Battaglia também são melhores e dão mais garantias. Acima da média, contudo, só mesmo Bruno Fernandes, que tem excelentes pés e magnífica capacidade de passe. Mas lá está: sem Adrien e William, este meio-campo é pior do que o que existia com eles.

 

Finalmente, no ataque, Podence devia ter lugar obrigatório, assim como Bas Dost. Mas o que fazer com Doumbia, que é um avançado possante que pode ser muito importante contra equipas fortes? Iuri Medeiros também merece jogar. Mas o lado direito, onde ontem jogou, não é o seu terreno natural. Acuña voltou a mostrar empenho e combatividade e Gelson Dala tem a alegria dos miúdos que jogam à bola na rua. Devia ser emprestado para rodar e marcar.

 

Conclusão: o nosso calcanhar de Aquiles está, para já, na defesa – e, já agora, no sistema táctico que, pelos vistos, Jesus, quer implementar, um 3-4-3 que pode ser útil para jogos com equipas fraquinhas, mas que é um perigo contra equipas boas ou excelentes – como se viu ontem, em que a defesa foi manteiga a ser cortada por faca aquecida.

 

Com quem está neste momento no plantel, o melhor seria mesmo voltar ao 4-3-3, assim escalonado: Patrício; Piccini (que remédio), Coates, Mathieu (ai, ai… - mete o André Pinto, Jesus!) e Coentrão (ai, ai, ai!); William, Adrien e Bruno Fernandes; Podence (Iuri Medeiros), Doumbia (Acunã) e Bas Dost. E precisamos de ir rapidamente ao mercado comprar um defesa direito.

 

Mas, de qualquer modo, deixem-me ser tremendista: com estes desequilíbrios na equipa, como resultado de más opções nas compras e vendas, sobretudo para a defesa (Jesus tem um problema com os defesas esquerdos desde o tempo em que esteve no Benfica…), vamos ter mais um ano perdido. É melhor Bruno Carvalho e Jorge Jesus começarem a preparar desde já os discursos que vão fazer aos sócios no final da época.

Fonte: http://tribunaexpresso.pt/opiniao/2017-07-27-Sporting.-Assim-nao-vamos-la.-Esquecam-vamos-ter-mais-um-ano-perdido

Uma época que pode significar o início do desmembramento do Sporting

O Sporting já está desmembrado. Na prática ainda não o está, é certo, mas na cabeça da maioria dos adeptos parece existir de facto um "antes" e um "depois" de Bruno de Carvalho. Como também se deixaram convencer que existem sportinguistas do Carvalho e do croquette.

 

De momento o brunismo está representado com 86%, enquanto que a oposição é somente de 14%.

 

Em condições normais não digo que esta direcção não merecesse algum benefício da dúvida (sem aldrabices, mentiras ou má-criação). Vamos para a 5º temporada de Bruno de Carvalho, e boa parte desses 86%, de certeza que ainda estão com Bruno de Carvalho para lhe dar precisamente esse benefício da dúvida.

 

Mas, e se à semelhança da época passada, o Sporting volta a desiludir? Aí, creio que boa parte dos que ainda acham que Bruno de Carvalho tem margem de erro, podem começar a passar para o lado da oposição.

 

Mas, também é notório que boa parte dos que estão com Bruno de Carvalho, são precisamente adeptos do Bruno de Carvalho, e não o vão deixar cair por nada.

 

Não acho que esta época seja decisiva para Bruno de Carvalho, mas pode ser o inicio da divisão entre sócios e adeptos. Aquelas tácticas populistas de Bruno de Carvalho podem começar a fazer-se sentir a partir desta época.

 

Será interessante perceber o que se sucederá no plano emocional tanto do lado dos adeptos, como no lado daqueles que conseguiram emprego à custa do Sporting.

De que te queixas tu, Inácio?

 

Acusas o presidente do Zamalek de "mentir" e de te querer utilizar para "despachar" o Shikabala para não ser ele a dar a cara perante os adeptos?

 

Não fizeste tu parte de uma "estrutura" que utilizou o José Eduardo para tentar "destruir" o Marco Silva, para não ser o teu amigo Bruno a dar a cara?

 

Como se vê, o Sporting está hoje entregue a "gestores" de 3º mundo, com atitudes de 3º mundo! Sim, ao nível de um... Zamalek!

Pág. 1/5

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D