Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Os desabafos de fiéis Leões

As aparências iludem

19728370_hoCYD.png

 

Dando continuidade ao post Viver de aparências, vamos agora recordar muitas frases e actos de gestão de Bruno de Carvalho, e concluir que não nos podemos levar pelas aparências, pois uma embalagem não representa a qualidade do produto. E o conteúdo de Bruno de Carvalho, é praticamente zero!

Vejamos:

 

- Quando em 2012, numa Assembleia-Geral, prometeu 120 milhões de euros para investir no Sporting, hoje conclui-se, que foi somente para promover a sua aparência.

 

- Quando a poucos dias das eleições de Março de 2013, Bruno de Carvalho viajou até Moçambique, supostamente, para se reunir com possíveis investidores, mais uma vez, foi para dar nas vistas, e promover a sua aparência.

 

- Aquando das eleições de 2013, quando este prometeu que entrariam de imediato 15 a 20 milhões de euros, hoje conclui-se, que foi somente para promover a sua aparência.

 

- Já depois de eleito, a banca quase que puxou o tapete a Bruno de Carvalho, tendo que seguir a reestruturação-financeira já em curso - deixada por Godinho Lopes - para tentar manter as aparências.

 

- Quando se tentou passar a ideia que todos os dirigentes do Sporting de 1995 a 2013 prejudicaram o Sporting deliberadamente para proveito próprio, hoje conclui-se, que foi somente para prejudicar a aparência dos seus antecessores, e de certa forma, promover a sua própria aparência.

 

Leia o resto do artigo aqui neste link.

Mercado de transferências - até o Azevedo se lambuza todo!

Afinal era tudo treta

19470432_otZS8.jpeg

Quando Bruno de Carvalho "aterrou de pára-quedas" no futebol português, desde logo tentou passar uma imagem de "revolucionário". Quase de imediato, cortou relações com o FC Porto, e com o passar do tempo, incompatibilizou-se com tudo o que são clubes e instituições do futebol.

Tudo isto com aquele propósito de tentar passar aos sportinguistas a imagem de uma suposta "liderança-forte". Somente isso. É essa a conclusão a que chego, já que a realidade tem chocado de frente com a alegada luta pela transparência.

 

Vejamos:

Bruno de Carvalho criticava os antigos dirigentes por pagarem comissões a agentes.

Hoje paga-se 1,3 milhões de euros de comissão ao empresário Costa Aguiar pela transferência de Bruno César a custo 0, como já se tinha pago comissões por Aquilani e Teo.

Costa Aguiar, que passou das carnes para o futebol. Talvez se deva ao empreendedorismo de Bruno de Carvalho em promover baixos\médios empresários... Quero acreditar que é isso.

 

Bruno de Carvalho promoveu uma luta contra os fundos, porque alegava haver dinheiro sujo que não se sabia qual era a sua origem. O curioso, é que nunca nos chegou a explicar a origem do dinheiro que prometeu dos fundos russos e dos fundos americanos...

E qual a origem do dinheiro do Mosquito? O Recretivo de Caála já dá mais garantias de transparência?

 

Há umas semanas atrás, o Correio da Manhã falou em 2 milhões mistério relacionados com a trânsferencia de Montero.

Bruno de Carvalho teve a oportunidade de se explicar perante as câmaras da Sporttv, mas preferiu despachar o assunto para o facebook. No texto que escreveu, nada explicou. Somente se vitimizou.

É curioso que uma personalidade que processa antigos dirigentes, sócios, jornalistas, e até comentadores; não tenha colocado um processo ao Correio da Manhã...

 

Assim como é curioso que Bruno de Carvalho tenha afirmado que os autores do Leaks seriam todos presos. Os tais que denunciaram quase todas as suas contradições. E na volta, ainda foi "gozado"...

 

Hum... hum.....

 

Fonte: http://ocantinhodealkmaar.blogs.sapo.pt/afinal-era-tudo-treta-3441

 

Afinal era tudo treta - parte II

19559530_RDYNK.jpeg

Antes de tudo, peço que o leitor leia o post Afinal era tudo treta. Nesse post, abordei todas as falácias e contradições do discurso de Bruno de Carvalho acerca dos fundos, dos agentes, das comissões, etc.

Se já leu o Afinal era tudo treta, vamos então dar seguimento:

 

Na campanha eleitoral de 2013, uma das promessas para o futebol do Sporting, era que a base da equipa seria a formação, e que a contratar jogadores, essas aquisições seriam meramente cirúrgicas. Os tais jogadores experientes que entrem de caras no onze.

Isto está no programa eleitoral de Bruno de Carvalho. É só uma questão de pesquisarem.

 

E quando Bruno de Carvalho assumiu a presidencia, na prática, o que aconteceu? Trouxe Augusto Inácio para o Sporting, e com a sua colaboração e cumplicidade, desbarataram milhões em dezenas e dezenas de pérolas ao nível de Ivan Piris, Mauricio, Vítor Silva, Gérson Magrão, Héldon, Shikabala, Rabia, Rossel, Slavchev, Tanaka, Sacko, Gauld, Enoh, André Geraldes, Everton Gonçalves, Hugo Sousa, Matias Perez, Welder, Sarr, Dramé, Gazela, King, ou Sambinha.

Jogadores que nada evoluiram até ao momento. Ryan Gauld e Bruno Paulista até já assumem publicamente que de certa forma foram enganados.

 

Como referi, durante 2 anos contrataram-se jogadores daquela "qualidade". Leonardo Jardim e Marco Silva não tiveram sequer direito a dar uma opinião.

E a maior prova disso, é a conferencia de imprensa de Dezembro de 2014, em que Bruno de Carvalho passa o recado a Marco Silva, de que os reforços de inverno seriam precisamente os Slavchevs, os Rabias, os Gaulds, os Sackos, etc... Autenticas nulidades como jogadores, e que mais tarde, Jorge Jesus desprezou completamente.

 

E por falar em Jorge Jesus. Como Jorge Jesus não é um treinador em inicio de carreira e de baixo-perfil, naturalmente que com ele as "brincadeiras" acabariam.

Augusto Inácio foi imediatamente afastado de Alcochete!

 

Augusto Inácio esse, com algum passado como treinador, e que foi até campeão pelo Sporting em 1999-2000. Em vez de sair do Sporting e dar continuidade à sua carreira de treinador, preferiu continuar em Alvalade como relações-internacionais, quando nem inglês sabe falar...

O que prende Augusto Inácio a Bruno de Carvalho, ou vice-versa?

 

É também em Augusto Inácio que mais uma vez, Bruno de Carvalho entra em nova contradição. Relembro que Bruno de Carvalho criticava os fundos, os empresários, e inclusive os comissionistas.

 

Vocês sabiam que Augusto Inácio foi treinador de um clube romeno chamado Vaslui? Sabem o disse o director-geral do Vaslui na hora em que Augusto Inácio foi de lá corrido?

 

Ora recordemos este comunicado de 2012:

« O Vaslui respondeu aos comentários do treinador Augusto Inácio, proferidos após ter sido despedido recentemente do emblema romeno. O diretor-geral do Vaslui, Daniel Stanciu, concentrou a resposta em comunicado, enviado para A BOLA.

 

"As declarações públicas de Augusto Inácio foram uma surpresa para mim. Com todo o respeito pelo futebol português e as pessoas que trabalham na área, as suas opiniões são uma má publicidade para todos os treinadores, não apenas na Roménia, mas em toda a Europa. Devo mencionar que em cinco meses em que trabalhou no Vaslui, ganhou muito mais do que Vítor Pereira numa temporada inteira no FC Porto, apesar de não ter o mesmo sucesso, nem ter conquistado qualquer troféu, embora estivesse ao comando de uma forte equipa e com forte apoio financeiro", aponta aquele responsável do Vaslui, especificando:

 

"Augusto Inácio desviou-se da atividade de treinador, mas revelou-se um agente de jogadores excecional. Ficou aborrecido por nos termos oposto à transferência de alguns jogadores da 2.ª Liga de Portugal, que custariam ao clube centenas de milhar de euros, ou de atletas livres, dos quais os seus agentes pediam comissões exorbitantes. Transferimos jogadores que ele pediu, mas não pelo valor proposto, dos quais os emails de negociação servem de prova. Daquilo que tomamos conhecimento pelas pessoas envolvidas, ele definia os preços e, também, estabeleceu os cortes nos ganhos."

 

Relativamente a este tema, Daniel Stanciu recorda um episódio:

 

"É bem conhecido um incidente num hotel do Porto, quando ele e um agente português tiveram uma acesa discussão, testemunhada pelo agente de jogadores Gaspar [Freire], pelo antigo futebolista Ioan Timofte e o presidente da Olhanense. Haveria muitas mais coisas a dizer, mas tenho algum pudor em referi-las." »

 

 

Bruno de Carvalho que entrou no Sporting com um passado empresarial que ainda hoje pouco ou nada se conhece. Do pouco que se conhece, conclui-se que não passou de um aventureiro com a mania que era empresário. Em 2011 o Correio da Manhã chegou a escrever isto.

Não surpreende assim, que Bruno de Carvalho queira ter o poder absuluto no Sporting querendo-se perpeturar no poder, sentido até a necessidade de perseguir anos e anos de dirigismo do Sporting com autenticas falácias inventadas por ele próprio, e também com uma obcessão doentia pelo facebook, chegando a processar sócios e a fazer dessa plantaforma o alvo dos seus longos monólogos nas Assembleias-Gerais.

 

Quanto a Augusto Inácio, faz pela vida. É público que a sua vida não está fácil , e é assim um "cão de fila" de Bruno de Carvalho. O mesmo Inácio que apregoa que defende o Sporting no programa Play-Off da SIC, mas que em 2010, numa entrevista ao Correio da Manhã, afirmou que o Sporting não era o seu clube e que não teria qualquer problema em trabalhar no Benfica ou no FC Porto.

 

 

PS: Com este artigo não estou a afirmar nada de concreto. Mas é por demais evidente a falta de transparencia, e até de respeito, desta actual administração. Se calhar se formos campeões, poucos serão os que quererão saber disto, e se calhar até nem se irão importar que esta falta de transparencia e de respeito perante todos nós continue. O futebol é mesmo assim, e pelo que tenho visto, no Sporting não é muito diferente. Mas acho que para o Sporting ser cada vez maior e melhor, não precisa de falsos salvadores, que na prática estão a enriquecer à custa do Sporting, e que ainda se acham no direito de mandar em todos nós. Temos que ser nós próprios a defender o que é nosso, e a chamar até nós o protagonismo das vitórias, porque os que lá estão a trabalhar, estão lá precisamente para isso.

Ver gente que idolátra deuses de pé-descalço, e que por vezes dão a sensação que confundem o clube com essas personagens, a mim ofendem-me no meu sportinguismo. E é isso que me custa.

 

Fonte: http://ocantinhodealkmaar.blogs.sapo.pt/afinal-era-tudo-treta-parte-ii-7929?thread=4601

Um sentimento de nostalgia

Ontem foi o dia do "adeus" de Totti. Eu sei o que ele próprio sentiu no dia de ontem. Sim, isso mesmo. E vou explicar o porquê. Aliás, acho que todos nós sabemos o que ele ontem sentiu. Por exemplo:

 

Para quem estudou até a uma certa idade (até aos 20 anos, mais ou menos), mesmo que já esteja farto e com vontade de começar uma "vida" de trabalho, no último dia de aulas é inevitável não sentir uma certa tristeza. Porque se sabe que aquela é uma pequena fase da vida que nunca mais voltará, e que os momentos bons dentro daquele contexto ficarão apenas como recordação.

 

Tudo parece fácil nesses tempos. O dia a dia com os amigos, a rotina, etc etc. E muitas vezes também fica um sentimento de tristeza perante oportunidades perdidas, etc.

 

Um tempo que não volta e ficam apenas as recordações. Passados uns anos fica a nostalgia.

 

Com Francesco Totti é praticamente a mesma coisa. Sabe que uma parte dele "morreu" ontem ali.

 

Pus-me a reflectir sobre isto também devido a uma música dos Nickelback que de vez em quando ouço (porque sou apreciador da banda e no youtube assisto aos vídeo-clipes) - o "photograph".

 

 

PS: O dia que marcou um fim definitivo de uma mítica geração 

O emocionante discurso de despedida de Maradona

A equipa de andebol do Sporting foi recebida em euforia em Alvalade!

img_FanaticaBig$2017_05_28_23_31_17_1270832.jpg

 

img_FanaticaBig$2017_05_28_23_31_39_1270835.jpg

 

img_FanaticaBig$2017_05_28_23_31_41_1270836.jpg

 

img_FanaticaBig$2017_05_28_23_31_45_1270839.jpg

  [Fotos: Pedro Simões]

Na falta de títulos do futebol 11 masculinos seniores, sem dúvida a bandeira principal do Sporting, as modalidades saem muito mais valorizadas!

E não devia ser só para colmatar falhas, devia ser sempre!

A equipa de andebol do Sporting foi recebida em euforia em Alvalade, instantes após ter chegado proveniente da Roménia, onde ontem conquistou a Taça Challenge.

 

Esta euforia não existiria caso Jorge Jesus e seus 'muchachos' tivessem conquistado o título de campeões. Não duvido que haveria alegria, mas sem esta intensidade!

Soou bastante a festa dos pobres, mas repito, ganhar nas modalidades, tem tudo de muito rico ( em prestígio e valor desportivo)!

Vamos por isso apoiar muito mais as modalidades todas, porque os atletas merecem, o civismo é muito superior e fazem do Sporting, um clube ecléctico.

O nosso andebol está de parabéns, assim como tantas outras modalidades!

 

Pág. 1/13

Mais sobre mim

imagem de perfil

O Cantinho de Alkmaar

Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D